Todo esporte radical é perigoso?

A superação de desafios é um dos maiores segredos para elevar a autoconfiança e ganhar a força necessária para conquistar desejos, realizar sonhos e, é claro, aproveitar a vida com muito mais intensidade. E que forma mais divertida de superar desafios do que praticando um esporte radical?

Afinal, a prática de esportes é mais do que recomendada para garantir uma vida mais saudável, com mais autoestima e muito prazerosa. Se você é uma dessas pessoas aventureiras e que adora uma adrenalina, basta juntar o útil ao agradável!

Mas aí surge aquela questão que deixa algumas pessoas um pouco receosas: qual é o real perigo dos esportes radicais? Será que toda modalidade desse tipo é realmente perigosa como muita gente pensa por aí? Continue sua leitura e confira!

Afinal, todo esporte radical é perigoso?

Dentre os esportes qualificados como radicais, há uma grande variedade de modalidades, como o montanhismo, o trekking e o rafting, por exemplo, que são praticados na natureza. Temos também a tirolesa, o rapel, a escalada e o salto de paraquedas, que envolvem grandes alturas.

Outros exemplos são o rally — que envolve velocidade — e o skate, o parkour e o BMX, que são esportes radicais mais urbanos. Além desses, existem muitos outros.

Essas modalidades não são necessariamente perigosas como a maioria das pessoas imagina; o que elas apresentam é uma “sensação de perigo” por causarem mais adrenalina. Afinal, quem tem medo de altura vai ter a sensação de correr perigo ao saltar de paraquedas, por exemplo, da mesma maneira que teria dentro de um avião.

Mas o avião é seguro, não é mesmo? Da mesma forma, quando o esportista salta de paraquedas, pula de bungee jump ou desce a tirolesa ele também está seguro, pois o esporte envolve todo um equipamento para garantir a total segurança do praticante.

Um esporte radical só será perigoso se for praticado com muita imprudência; da mesma forma que dirigir sob o efeito de álcool, por exemplo, ou atravessar uma rua movimentada sem antes olhar para os dois lados.

Como garantir a segurança na prática de esportes radicais?

Para que os esportes radicais sejam praticados de uma maneira que se possa aproveitar ao máximo toda a adrenalina proporcionada, é preciso tomar alguns cuidados, como:

Usar equipamento de segurança adequado

Todo esporte radical envolve o uso de equipamentos de segurança. No rafting, por exemplo, é indispensável o uso do colete salva-vidas e do capacete. Na tirolesa, na escalada, no rapel e no rally, exige-se o uso de equipamentos como capacete, luvas e até botas adequadas.

Até mesmo o skate necessita de alguns equipamentos como o capacete, cotoveleiras e joelheiras, para a realização de manobras com mais segurança.

Ter o acompanhamento de um instrutor

Principalmente para os iniciantes, o acompanhamento de um instrutor qualificado é indispensável, ainda mais quando se trata de um esporte praticado na natureza ou num lugar que o praticante não conheça bem.

O instrutor é aquele que lhe ajudará a se equipar devidamente, que ensinará como tudo deve ser feito e lhe dará dicas para você desfrutar ainda mais da sua aventura.

Afinal, já pensou embarcar num trekking sem receber as devidas orientações e, por isso, não conseguir aproveitar a ocasião porque se esqueceu de algum item importante ou escolheu uma roupa que não era muito confortável?

Ter paciência até se tornar um atleta experiente

Não é no primeiro dia de salto de parapente que o atleta saberá conduzir perfeitamente o voo. Também não é no primeiro rally que o piloto se familiarizará com a pista, e não é na primeira vez ao andar de skate que o atleta consegue realizar aquelas manobras incríveis. Experiência é algo que leva um tempo para ser adquirida, por meio de prática e muito treino.

Conforme o praticante de um esporte radical vai ganhando conhecimento, ele consegue desfrutar ainda mais de suas aventuras. Mas é preciso respeitar esse tempo e ir aos poucos.

Ficou interessado em se tornar praticante de algum esporte radical? Então, deixe seu comentário! Temos a solução perfeita para você se aventurar, sem correr perigo!