O movimento Skatata é a união das forças de skatistas e do coletivo “A Batata Precisa de Você”, que há dois anos vem criando, de forma voluntária, estratégias de ocupação no Largo da Batata. Os integrantes do coletivo vem organizando eventos culturais e construindo mobiliários para que a população usufrua e frequente a região com conforto.

No mês de outubro os “batatas construtoras” instalaram no Largo o Rematéria, um móvel que logo se tornou pico de skatistas, atraídos pelo formato e cantoneiras de ferro, perfeitas para manobras de borda. O grande fluxo de skatistas, que não era esperado inicialmente pelos idealizadores da obra, acelerou a deterioração do Rematéria. “Em poucos dias começamos a ver alguns estragos no nosso querido móvel e ficamos desesperados!”, conta Barão di Sarno, um dos “batatas construtoras”.

Diante do problema, alguns integrantes do movimento se aproximaram dos skatistas para tentar discutir soluções para que todos convivessem em harmonia mutuamente. O diálogo foi produtivo e nasceu o Skatata, um movimento que tem o objetivo de fomentar o skate na região, com participação voluntária dos skatistas.

Foi inevitável o uso em excesso por parte dos skatistas, causando pequenos danos ao móvel. Conversamos com a galera do coletivo e chegamos ao acordo de que, uma vez por semana será feita a manutenção do móvel, além de projetarmos mais mobiliários skatáveis. Quem quiser fortalecer, seja com mão de obra, opiniões, materiais ou financeiramente, é bem-vindo”, convida o skatista profissional Murilo Romão.

As reuniões e mutirões acontecem regularmente às sextas no início da noite.

Saiba mais na Página do Facebook dos caras.

Fonte: Skataholic.