Lesões no esporte: como perder o medo de cair no skate?

A queda faz parte do mundo esportivo. E com as modalidades radicais não é diferente! Antes de acertar aquela tão sonhada manobra, você provavelmente cairá uma, duas, três ou até mesmo dez vezes. O importante é sempre levantar a cabeça e não desistir, tomando sempre cuidado para que as temidas lesões no esporte não venham assombrá-lo.

Muitos atletas abandonam o skate no meio do caminho e ficam sem saber como seriam suas vidas, caso tivessem tentado. O medo de cair e arriscar manobras novas é apenas um dos motivos das desistências precoces. Há ainda a falta de apoio dos familiares e o pouco incentivo do governo e dos patrocinadores, tornando alto o custo da atividade, inviabilizando muitas vezes o futuro do esportista.

Provavelmente, você não tem o objetivo de ser tornar um skatista profissional. Por isso, para que não desista de praticar e aprender, neste post daremos algumas dicas para perder o medo de cair do skate e prevenir contusões.

Quer saber como levar aquele tombo com estilo e segurança? Acompanhe o texto abaixo e turbine as suas manobras!

Use os equipamentos de segurança

Os equipamentos de segurança não costumam ser muito estilosos e muitas vezes limitam algum movimento. Mas eles são muito importantes na hora da queda e trazem mais segurança ao skatista, afastando o medo e permitindo que ele arrisque mais e evolua.

O uso adequado do capacete, cotoveleira, luva e joelheira no instante do tombo pode afastar as chances de lesões. Além de causar contusões, cair do skate sem utilizar nenhuma proteção pode ocasionar problemas gravíssimos, como: ferimentos na cabeça, cortes e, dependendo da velocidade, até a morte.

Capacete

O capacete protege a cabeça, que é a parte mais frágil do corpo, de lesões mais graves. Ao cair em velocidade e bater a cabeça desprotegida, o atleta estará sujeito a danos irreversíveis no cérebro. Esses traumas podem causar a perda de movimentos, da audição, deficiência na fala, etc.

Por isso, invista em um capacete agora mesmo! Para não comprometer a sua segurança, adquira um item de muita qualidade. Escolha sempre aquele que se adaptar corretamente ao tamanho da sua cabeça, se mantendo firme, sem se mover.

Cotoveleira, luva e joelheira

Danos nas partes do corpo protegidas por esses equipamentos não causam deficiência cerebral. Entretanto, o skatista ainda está sujeito a sérias lesões no esporte, caso não utilize o equipamento adequado. Além de deixarem o atleta parado por um bom tempo, as contusões demandam altos custos de tratamento e, na grande maioria dos casos, a recuperação total só acontece após sessões de fisioterapia.

Conte com o auxílio de um instrutor ou skatista experiente

Iniciar no skate com a ajuda de alguém capacitado pode diminuir muito a desistência de novos atletas. O esportista mais experiente passa conhecimento e segurança, fazendo com que o novato fique mais confiante e perca o medo de arriscar novas manobras.

Ao aprender com um instrutor, você estará investindo na sua performance. O veterano mostrará a maneira correta de subir em um skate, onde colocar o pé em cada manobra e como distribuir o seu peso no shape.

Você conviverá com as quedas no início, meio e fim da sua vida de skatista. Mas não se assuste: a evolução é sempre constante e os tombos fazem parte do jogo. Conforme for adquirindo experiência, as chances de lesões diminuirão. Aos poucos, começará a aprender como cair corretamente e, principalmente, como utilizar os equipamentos de segurança a seu favor.

Comece gradativamente

Quase todas as manobras no skate possuem o seu estado evolutivo. Então, inicie sempre pelas mais fáceis. No caso de pistas, rampas, ladeiras ou half, comece pela parte mais baixa e, conforme for acertando as manobras, suba até chegar ao topo.

Essa é uma ótima dica para perder o medo e evitar lesões, pois o movimento, peso, posição do pé e impulso do corpo será sempre o mesmo, independentemente do tamanho da rampa ou da dificuldade do obstáculo. Se souber dropar em uma rampa menor, com certeza conseguirá também em uma maior. Deixe o medo de lado e se jogue!

Inspire-se nos profissionais e atletas veteranos

Uma boa tática para aprender a cair sem se machucar é observar os profissionais e atletas mais experientes. É possível verificar isso nas pistas que você frequenta, na televisão ou em vídeos da internet.

Preste atenção e tente entender os movimentos. Repare em cada parte do corpo, no tempo de cada manobra e como skate e skatista se comportam.

Cuide também da posição e dos movimentos dos pés, pois eles podem derrubá-lo ou mantê-lo longe do chão.

Invista em um skate de qualidade

O equipamento que você comprar será a peça chave para o seu sucesso ou desistência na modalidade. Então, fique de olho! É muito importante e indispensável obter um skate de qualidade!

Se você adquirir um artigo feito com material ruim, provavelmente não conseguirá evoluir e terá mais chances de cair e ficar pelo caminho.

O skate precisa fluir junto com você, o rolamento deve ser bom, assim como as rodas, o truck e o shape. Além disso, não se esqueça de sempre usar tênis adequados à prática esportiva. Esses calçados trazem mais segurança e garantem o conforto necessário para tentar a sorte em novas manobras!

Inevitavelmente, o skatista se machucará em algum momento da vida de atleta. Porém, seguindo o caminho que apontamos neste artigo, ele pode perder o medo de levar um tombo e aprimorar a sua queda.

Não desista e seja persistente, aprenda a controlar a ansiedade e deixe o medo para trás. Saber cair é fundamental na evolução de um skatista. Você não precisa sofrer antes da hora, pois beijará o chão, mais cedo ou mais tarde. Mas, seguindo as dicas que apontamos acima, poderá sair ileso e seguir para a próxima!

Curtiu o nosso conteúdo? Então, deixe o seu comentário no post e conte como fez para perder o medo da queda e quais táticas utiliza para evitar lesões no esporte!