5 dicas para um skatista fazer um mochilão pelo Brasil

O Brasil é um país cheio de atrações. E, quando falamos em skate, não faltam opções de boas pistas pelo nosso território. Por isso, praticamente todos os skatistas topariam na hora um convite para um mochilão pelo Brasil atrás dos melhores picos.

Contudo, alguns não sabem nem por onde começar a planejar a viagem. Para ajudar essa galera, criamos este post. A seguir, listamos 5 dicas essenciais para cair na estrada. Confira:

Defina um orçamento

Antes de planejar a viagem, é interessante colocar na ponta do lápis qual é o orçamento disponível. É possível fazer isso com papel e caneta ou por meio de uma planilha. Basta pesquisar os valores de:

Deslocamento

Com um roteiro em mãos, saberá para onde vai em determinada cidade, portanto, pesquise valores de passagens de ônibus, metrô, trem ou se por lá tem Uber ou outro tipo de transporte. Dependendo da distância, dá para usar seu skate e economizar. Pense nisso.

Hospedagem

A maioria das cidades do país tem além de hotéis, hostels, que possuem acomodações mais simples, coletivas e lhe dão a oportunidade de conhecer gente de todo lugar! Pesquise na internet quais os hostels da cidade que vai visitar!

Alimentação

Comer em redes de fast foods ou lanchonetes locais pode encarecer sua viagem, encontrar um restaurante que venda marmitex, prato feito ou coisa do tipo vai encher melhor a sua pança e será mais saudável que comer aquele X-Bacon gorduroso com procedência duvidosa.

Passeios

Dependendo da cidade visitada, ela pode oferecer atrações interessantes, como passeios em cachoeiras, trilhas, um monumento ou coisa do tipo, que vale a pena conhecer. Pense em dedicar um tempo a essas atividades.

Mais uma dica: tenha sempre um plano B e uma reserva monetária para casos de emergência. Ter um cartão de crédito não seria nada ruim. Uma boa opção é a Nubank, que não tem anuidade e pode-se controlar todos os gastos em um app para celular.

Como planejar um roteiro

Para planejar um bom roteiro, primeiramente é preciso listar todas as pistas e os lugares que se deseja visitar. O 2º passo é jogar os endereços no Google Maps e, a partir daí, traçar um roteiro.

Como o Brasil é muito grande, dificilmente será possível conhecer o país inteiro e todos os picos de uma só vez. Por isso, é interessante escolher uma região e pesquisar os locais que estejam incluídos nela.

Onde pesquisar as acomodações

Depois de decidir quais são os locais a serem visitados, é hora de separar as acomodações. Não é preciso reservar tudo antes da viagem, principalmente porque você pode mudar de ideia no meio do caminho. Porém, é interessante levar anotado todas as opções.

A dica aqui é pesquisar em sites como o TripAdvisor, o Booking e o Hoteis.com. Eles mostram diversas opções e é possível filtrá-las por preço, o que facilita a decisão. Se você não tem certeza se vai seguir o roteiro até o final, considere optar pela reserva com possibilidade de cancelamento e reembolso total.

Separe os skates e equipamentos

Você não vai deixar o seu skate de fora do mochilão, certo? Então, se prepare para as dicas e não se esqueça de nada:

  • mesmo que você pratique muitas modalidades de skate, foque em 1 ou 2. Assim, a sua mochila não vai ficar muito pesada;
  • separe um skate completo e leve peças avulsas que você julgue necessárias, como rolamentos extras;
  • não se esqueça dos equipamentos de segurança: capacete, cotoveleira, joelheira e wrist guard.

Para ajudar, faça uma checklist e risque tudo que já estiver separado.

Arrume a mochila

Depois de separar o principal, que são os equipamentos de skate, é a hora de adicionar o resto à mochila. Primeira dica: não exagere! Lembre-se de que tudo vai ser carregado nas suas costas, e levar mais do que o necessário pode acarretar um cansaço indesejado.

O ideal é levar roupa para 7 dias, mesmo que a aventura dure muito mais que isso. Todas as roupas podem (e devem) ser lavadas durante a viagem. Por isso, relaxe e leve pouco peso. As suas costas agradecem!

Reserve uma parte na mochila para guardar documentos e papéis importantes. Mantê-la organizada vai ajudar a ganhar tempo na viagem.

Deixe os objetos que são mais necessários à mão, como:

  • documento de identidade.
  • carteira.
  • celular.
  • máquina fotográfica.

Fazer um mochilão é maravilhoso. Se ele for bem planejado, melhor ainda. Contudo, tenha em mente que algumas coisas podem dar errado, e está tudo bem. Tenha um plano B, abra a cabeça e saiba tirar de letra caso algo não ocorra como planejado.

Depois de fazer um mochilão pelo Brasil, que tal cair no mundo? Conheça as 10 melhores pistas de skate ao redor do mundo e curta muito!